Grindelwald, um vilarejo de conto de fadas!

A vila Eiger de Grindelwald é um dos destinos mais procurados pelos turistas devido a sua paisagem montanhosa e a infinidade de opções de lazer que a região oferece em todas as épocas do ano.

Já visitei essa cidade algumas vezes e nunca me canso! Hoje vou contar tudo sobre os passeios e hospedagem nesta cidade linda.

Com pouco mais de 4 mil habitantes, Grindelwald fica no cantão de Berna e mais se parece com um cenário de filme, com montes majestosos de granito repletos de neve. É difícil dizer qual é a cidade mais bonita da Suíça, mas com certeza esta é uma delas.

É possível se chegar de carro à esta vila alpina que fica aos pés da montanha Eiger, a cerca de 30 minutos de Interlaken e 1 hora de carro de Berna.

Veja aqui uma seleção que fizemos das experiências mais incríveis da Suíça: clique em cima

A vila central conta com apenas uma longa rua com comércio local, e a cidade é cheia de hotéis pequenos e chalés aconchegantes que se espalham pela serra. O vale é cercado por montanhas de quase todos os lados, quatro delas com mais de 4.000 metros de altitude, conhecidas também como “quatro thousanders”. O ponto mais alto é o de Mönch, a 4.107 metros acima do nível do mar, com neves eternas.

 

O passeio mais famoso da região é certamente a subida ao Jungfraujoch, o Topo da Europa, considerado Patrimônio Natural da UNESCO. Lá é possível ver neve o ano todo, já que se encontra a uma altitude de 3.454 metros acima do nível do mar.

A montanha First também é uma ótima opção, que inclui o lindo lago Bachalpsee e a Cliff Walk, uma passarela suspensa de 260 metros de comprimento a uma altitude de 2.000 metros.

 

Mas as opções de lazer certamente vão muito além deste panorama Alpino mundialmente conhecido. Por isso fizemos uma seleção completa para agradar a todos os gostos de quem pretende conhecer esta região.

Grindelwald no verão/primavera:

·       Caminhada: existem cerca de 300 quilômetros de trilhas ao redor de Grindelwald. Um percurso lindo e fácil é de Männlichen a Kleine Scheidegg com uma vista para as famosas montanhas Eiger, Mönch e Jungfrau. Veja mais opções de trilhas aqui: hiking

·       Canyon Glacier: o passeio ao Gletscherschlucht (em alemão) é um percurso de 170 metros em um desfiladeiro estreito que se faz a pé, em trilhas por onde passa o rio Lütschine. O percurso dentro dessas formações rochosas dura cerca de 45 minutos (ida e volta). O Canyon fica aberto de maio à outubro, e o valor da entrada é de CHF 19.00 para adulto e CHF 10 para crianças acima de 7 anos. Para mais fotos e informações, clique aqui: Cânion

·       Bungue Jump: salto com 50 metros de queda livre para dentro do canyon Glacier a uma velocidade de 120 km/h. É possível saltar de maio a outubro mas somente para pessoas acima de 45 kg e abaixo de 115 kg, e o valor é de CHF 139 por pessoa. Para mais informações: salto

·       Triciclo de montanha: você pode percorrer por três quilômetros de pura adrenalina ao longo de montes e vales de Schreckfeld até Bort. É adequado para crianças com uma altura mínima de 125 cm. O preço para adultos é de CHF 19.00 e crianças de 10 a 15 anos pagam CHF 14.00. Mais informações: triciclo

·       Patinete de montanha: também conhecido como Trotenete, esta é uma opção de diversão para toda a família. Você sobre de teleférico em Isenfluh Sulwald até o ponto de partida e desce a estrada de asfalto de volta para Grindelwald e Isenfluh. A partir de CHF 22.00 com a subida inclusa. trotenete

·       Voo de helicóptero: descubra os famosos picos de Eiger, Monch e Jungfrau de cima, em qualquer época do ano. Os preços ficam a partir de CHF 690.00, por voo. Saiba mais aqui: Voos

·       Tirolesa um cabo com 800 metros de comprimento que te leva a uma velocidade de até 84 km/h em uma incrível aventura nos Alpes suíços. O valor da descida é a partir de CHF 52.00 com gôndola inclusa. Veja  mais: tirolesa

·       Paraglider (parapente) a partir de CHF 180.00 você pode fazer um voo acompanhado de instrutor, de 20 minutos com vista panorâmica acima do vale de Grindelwald e observar o cenário montanhoso de Wetterhorn, Schreckhorn e Eiger. Para isso, é necessário subir de gondola a uma altitude de 2150 metros de altura. É possível fazer este passeio em qualquer época do ano. Saiba mais: paragliding

·       Rodelbahn é uma espécie de carrinho de rolimã que desce por um tobogã. Sozinho ou em par, você pode alcançar uma velocidade de até 45 km/h de pura diversão, no valor de CHF 5.50 por descida. O tobogã pode ser encontrado na montanha Pfingstegg e só pode ser alcançado por um teleférico a partir de Grindelwald.                         Para mais informações, clique aqui: tobogã

·       Parque de cordas indoor: é difícil descrever este parque, uma mistura de parque de escalada, com atividades de arvorismo indoor. Localizado no Centro Esportivo de Grindelwald, o local oferece são 5 circuitos diferentes para se equilibrar, escalar e até voar. Fica aberto o ano todo e o valor da entrada para adultos é de CHF 37.00 e crianças até 16 anos pagam CHF 27.00. Para maiores informações, clique aqui: parque de cordas

Grindelwald no inverno:

  • Pistas de esqui e snowboard: com cerca de 30 teleféricos, a região oferece 206 km de pistas que atingem uma altitude de até 2500 metros. Mais informação: esqui
  • Pistas de trenó: são 60 km de pistas de trenó, incluindo a pista de trenó mais longas do mundo, com 15 km de comprimento. Veja mais: trenó
  • Caminhada da neve: são cerca de 80 km de percursos preparados para pedestres de inverno, com vista de até sete picos com mais de 4000 metros, além de glaciares magistrais. Veja mais: caminhada

 

Além disso, Grindelwald está em uma região privilegiada, muito próxima de vários destinos igualmente imperdíveis do país, como Interlaken, Wengen, Mürren e Lauterbrunnen.

Já escrevemos um guia completo sobre Lauterbrunnen, a cidade das cachoeiras, veja aqui: Lauterbrunnen

Onde se hospedar:

O hotel que eu mais indico para meus clientes na região é o Eiger Selfness Hotel, que possui ótima localização (no coração de Grindelwald),  apenas a poucos minutos a pé dos teleféricos, estação de trem e lojas.

Escrevi um texto completo sobre minha experiência neste hotel, veja aqui: Eiger Selfness Hotel

O Eiger tem tudo o que eu julgo necessário na hora da escolha do hotel.

Além da localização, todos os quartos possuem vista para as montanhas.

Possui nota superior a 9 no site Booking.com, onde a avaliação é feita pelos hóspedes. Para mim este ponto é um dos pontos mais importantes!

O Hotel Eiger possui vários restaurantes e bares. Está aberto para não hóspedes e é uma ótima dica para quem procura por culinária suíça e internacional. Lá tem fondue!

O Spa do Hotel Eiger

O espaço wellness para mim é imprescindivel especialmente em meses mais frios, quando passamos mais tempo em lugares cobertos já que além de frio, os dias são mais curtos. E pode ser a salvação para os dias de chuva.

O Spa deste hotel possui sauna, academia, centro de tratamentos e massagem, e está aberto para não clientes também .

As diárias do Eiger Hotel estão a partir de CHF 225,00

Veja mais detlahes aqui: Eiger Selfness Hotel

O site do hotel é: https://www.eiger-grindelwald.ch/ 

Para informações mais detalhadas sobre Grindelwald, o site oficial de turismo da cidade é: Grindelwald

 

Leia nossos últimos artigos sobre hospedagem na Suíça:

Onde se hospedar em Genebra

Onde se hospedar em Engelberg

Onde se hospedar em Lausanne

Onde se hospedar em Grindelwald

Suíça de bicicleta, venha pedalar nos Alpes

Para os suíços a bicicleta não é só para lazer, mas também um meio de transporte. Não é a toa que os suíços tem a segunda maior expectativa de vida do mundo, perdendo apenas para o Japão. Os suíços vivem em média 83 anos segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Quando cheguei aqui, me lembro de ter ficado impressionada com a quantidade de idosos em boa forma, subindo as montanhas de bicicleta. E nós de carro… Olhava para a batata da perna deles e comparava com o tamanho das minhas coxas.

Se você gosta de andar de bicicleta, a Suíça é o país perfeito para você.  Road bikers, mountain bike, ciclo-turismo, não importa o seu estilo, por aqui a coisa mais popular de ver é gente em cima de uma bike.

bike 3

Em muitos trechos a ciclovia é na mesma rua onde passam os carros, outras vezes, é na calçada, paralela à faixa de pedestres, já em outros  trechos ela desvia da estrada e segue por um lindo parque, retornando em seguida. Mas sempre muito bem sinalizadas e contínuas.

Veja aqui uma seleção que fizemos das experiências mais incríveis da Suíça: clique em cima

São 3.300 km de ciclovias asfaltadas, que foram pensadas e construídas como uma alternativa às estradas. Além disso, existem mais 4.500 km de trilhas pelos Alpes, com milhares de rotas ciclísticas espalhadas entres vales, lagos e montanhas.

Este site é completíssimo, com todas as informações que um ciclista precisa saber:  http://www.veloland.ch/en/veloland.html

São 9 rotas nacionais maravilhosas que cortam o país e vão desde o nível fácil até o mais difícil, com trechos de terras ou de inclinação. Essas rotas tem entre 300 a 400 km de trilhas e são divididas por temas: norte, região dos Alpes, região dos Lagos, rio Aare, e assim por diante. Você pode fazer só um pedaço de cada trilha e depois voltar de trem para a sua cidade.

bike1

Existem muitas empresas que alugam bicicleta elétrica e aí o problema com o condicionamento físico está quase resolvido. Eu digo quase porque para que o motor da bicicleta seja ativado, é necessário o movimento dos pedais, e isso é com o ciclista.

Aqui neste link tem uma lista de lugares que alugam bikes elétricas e normais também: http://www.veloland.ch/en/bicycle-and-e-bike-rental.html

Um aplicativo legal (e gratuito) para quem pretende conhecer a Suíça de bicicleta é o SchweizMobil, com função de GPS, você sempre saberá onde está.

Na Suíça, as bicicletas podem ser levadas na maioria dos trens e ferrovias, apenas sendo necessário uma taxa extra de bagagem. Os viajantes também podem optar por despachar a bicicleta na estação ferroviária. E se a bicicleta for dobrável, ela é isenta desta taxa pois é considerada mala de mão. Dependendo do local que você alugar, é possível devolver a bike em outro ponto ou até outra cidade, caso você não tenha um retorno previsto para o local de origem.

O aluguel de uma bicicleta normal de cidade gira em torno de CHF 6,00 o dia, já uma bike elétrica ou normal de melhor qualidade para pedalar nos Alpes, custa em torno de CHF50,00 a 70,00 o dia. O preço para a bicicleta viajar de trem ilimitado durante um dia inteiro é de CHF 14,00.

Todas as cidades suíças oferecem boa estrutura para os ciclistas e é super seguro andar entre os carros. Conhecer uma cidade como Zurique de bicicleta pode ser uma boa ideia para quem tem pouco tempo na cidade, já que a cidade é grande. (Zurique é a maior cidade do país, com 400 mil habitantes).

É possível encontrar pontos de empréstimos de bicicleta, basta deixar seu documento e depósito de CHF 20,00 que são devolvidos no retorno da bike.

Em Zurique: https://www.stadt-zuerich.ch/aoz/de/index/shop/veloverleih/standorte.htm

Em Berna: http://www.bernrollt.ch/

A melhor época para pedalar por aqui é quando não tem mais neve. Primavera, verão e até início do outono (quando o frio não está tão rigoroso) são as melhores estações para este tipo de atividade.

Outra dica importante é a escolha da bike. Para cidades, escolha a bicicleta de cidade. Para trechos mais longos, bicicletas mais leves ou até e-bike. E para montanhas, opte pela mountain bike que tem pneu e suspensão especiais.

 

 

Leia nossos últimos artigos sobre hospedagem na Suíça:

Onde se hospedar em Genebra

Onde se hospedar em Engelberg

Onde se hospedar em Lausanne

Onde se hospedar em Grindelwald

 

 

 

 

 

error: Content is protected !!