Uma Gruta Termal chamada Tamina


Uma ótima dica de passeio para os amantes da natureza é a visita à gruta termal chamada Taminaschlucht, nas proximidades de Pfäfers, a 1h30m de Zurique.

Não é possível chegar de carro até o local, que fica em um desfiladeiro estreito e em local privado. Mas existem duas formas de se chegar até lá.  A primeira opção é através de uma longa e cansativa caminhada (fiz e não recomendo). A segunda, e melhor opção, é pegar um ônibus em Bad Ragaz, que leva você direto para o desfiladeiro Tamina.

image4

Chegando lá, há um restaurante na entrada, e a Alten Bad Pfäfers, a mais antiga casa de banhos barroca na Suíça. A taxa de entrada do canyon é de  CHF 5.00 e o pagamento é feito em uma catraca que aceita somente moedas.

Após passar pela catraca, o desfiladeiro começa a estreitar, e o caminho se assemelha a um túnel. Rocha a dentro, o percurso escurece e alguns pingos começam a cair das rochas úmidas.

Com falésias de até 70 metros de altura, o percurso começa a esquentar ao longo dos 450 metros de percurso.

De longe é possível ver um esfumaçado branco, proveniente da gruta, que jorra água termal por entre as rochas a 36,5 ° C.

image3

Ao fundo do canyon Tamina, há uma fonte, onde é possível lavar as mãos com essa água, ou até mesmo armazenar em uma garrafa.

O lugar impressiona já  por si só, mas saber que o rio escavou aquela rocha ao longo dos últimos 15 mil anos é ainda mais instigante!

image1 (1)

Esta opção de passeio está aberta de abril à outubro das 10h às 17h15.

Em 1535, um médico testemunhou poderes de cura das fontes termais, e a partir daí, começou o turismo de spa na região.

Para mais informações sobre este passeio, acesse o  site oficial.

Categorias:ecoturismoTags:, , , , , , , , ,

1 comentário

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: